Primeiro veio o Tobias, depois o Batatinha, depois o Miguel e depois a Mila. Quando o Batatinha tinha oito meses descobrimos, pelo ultrassom, uma doença de herança genética, muito comum em gatos persas, o PKD (doença dos rins policísticos). Desde então, tenho lutado para divulgar e conscientizar as pessoas sobre a existência desta doença.
A doença não tem cura, evolui para insuficiência renal e termina com óbito.
Acredito que exigir o teste de PKD ao adquirir um gato, principalmente da raça persa, possamos, no futuro, diminuir a herança genética, dizendo não aos criadores de má fé que se aproveitam da falta de informação das pessoas.
Foi com esse intuito que nasceu o Blog do "Batatinha elurofilia". Meu intuito é dividir minha vivência com meus "filhos" com outros elurófilos, simpatizantes e amantes de gatos, além de trocar experiências e informações relacionadas ao mundo felino.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Seu gato é destro ou canhoto?

Mila


Uma pesquisa realizada pela Queen's University, de Belfast, chegou para derrubar a tese de que animais são ambidestros. Para atingir tais resultados foram estudados comportamentos de 42 gatos (20 machos e 22 fêmeas) para descobrir se animais da mesma espécie preferem usar uma determinada pata para desempenhar a mesma função. A conclusão foi a de que as gatas preferem usar a pata direita para brincar, enquanto os machos usam a esquerda. Este comportamento se revelou verdadeiro também para os cães, e outras espécies.
Os cientistas ainda não descobriram ao certo como estas diferenças se desenvolveram em cada espécie, mas uma das especulações gira em torno de como cada uma evoluiu na caça. Outra hipótese está atrelada à utilização dos lados do cérebro por machos e fêmeas.

Fonte: Revista Pulo do Gato

Um comentário:

  1. Hmmmm.... vou cuidar a Alemoa.... tenho 4 guris e 1 menina só!!! =)

    ResponderExcluir